Doenças coronarianas podem estar relacionadas a maus hábitos

Doenças coronarianas podem estar relacionadas a maus hábitos

27/09/2021

Em 29 de setembro celebra-se o Dia Mundial do Coração. A data estimula o debate sobre as doenças cardiovasculares que são a principal causa de morte no planeta. Em 2016, conforme a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS), estima-se que 17,9 milhões de pessoas morreram por problemas coronarianos, representando 31% de todos os óbitos no mundo. A maioria dessas mortes (85%) foram decorrentes de ataques cardíacos e acidentes vasculares cerebrais (AVCs). Os fatores de risco relacionados às doenças cardiovasculares e AVCs são comportamentais. Quem costuma acompanhar o blog do GNDI Sul já ouviu falar que a alimentação inadequada, o sedentarismo, o tabagismo, a dependência de álcool e outras drogas, além do estresse e da ansiedade, são prejudiciais para o bom funcionamento do nosso organismo. Todos esses maus hábitos desencadeiam desequilíbrios no nosso corpo e se manifestam por meio de doenças crônicas como como colesterol, diabetes e hipertensão. E elas estão relacionadas, na maioria dos casos, às cardiopatias graves. Por isso, no post de hoje, apresentamos os programas de promoção à saúde do Centro de Qualidade de Vida (CQV) do GNDI Sul. A unidade é especializada na prevenção e controle de doenças crônicas e as linhas de cuidado incentivam a adoção de hábitos saudáveis com o intuito de aumentar a longevidade e a qualidade de vida dos nossos beneficiários. Afinal, a medicina preventiva é um dos diferenciais dos planos disponibilizados pelo GNDI, pioneiro nesta abordagem. S.O.S Balança A obesidade é porta de entrada para o colesterol e diabetes, entre outras doenças. Por isso, perder os quilinhos a mais é importante para a autoestima e para a saúde. O S.O.S Balança vai te ajudar a fazer as pazes com o espelho por meio da alimentação equilibrada e do incentivo às atividades físicas. O programa também contribui, por meio de mudanças de hábitos, a minimizar sintomas de ansiedade e depressão. Hoje já ouviu falar na expressão mens sana in corpore sano? O dito popular traduz perfeitamente essa conexão entre a saúde física e mental, que também é trabalhada pelos profissionais do S.O.S Balança. Os encontros, em plataformas online, são quinzenais. A duração do programa é de quatro meses e inclui jogo lúdico que estimula a perda de peso. Uma equipe multidisciplinar formada por psicólogos, nutricionistas e educadores físicos acompanha os beneficiários na jornada rumo ao peso ideal. Em Movimento Mexer o esqueleto faz bem para o corpo e para a mente e é algo que deve estar na rotina de quem quer adotar um estilo de vida saudável. As aulas ensinam os participantes a fazerem exercícios em casa e abordam quatro pilares: como organizar o tempo para praticar atividades físicas regularmente; os métodos dos exercícios; a alimentação saudável, que é o combustível do corpo e possibilita gerar energia mexer o corpo; além da importância do sono para ajudar a manter esses novos hábitos. A meta é que, em dois meses, após essas orientações práticas, os beneficiários estejam preparados para estabelecer uma rotina de exercícios dentro de sua realidade. Os encontros são online e os grupos de whatsapp contribuem para o acompanhamento e motivação dos participantes. Pílulas de Saúde A técnica de controlar o pensamento acelerado e aprender a focar no momento presente é conhecida como mindfulness, atenção plena ou meditação. Desde a década de 1970 a prática vem sendo pesquisada e vários estudos mostram sua eficácia para diminuir a ansiedade e o estresse e é indicada também para pacientes com insônia, dor crônica, diabetes, hipertensão e, consequente, para aqueles com problemas cardíacos. No grupo “Pílulas de Saúde” os beneficiários são estimulados a olharem com positividade para a vida, mesmo num cenário adverso, como o que estamos vivendo desde a chegada do novo Coronavírus. E essa forma otimista na hora de enfrentar as dificuldades do cotidiano, inerentes ao ser humano, tem uma justificativa do ponto de vista da biologia: o mindfulness diminui os níveis de cortisol, que é justamente o hormônio do estresse, um dos responsáveis pelo aumento da pressão arterial, por exemplo, que traz consequências graves para a saúde. O programa é conduzido por psicólogos em plataformas online.

Praticar exercícios físicos traz benefícios físicos, mentais e estimula a convivência social

Praticar exercícios físicos traz benefícios físicos, mentais e estimula a convivência social

23/09/2021

Fala-se muito dos benefícios da atividade física na prevenção da saúde. Todo mundo já sabe que ‘mexer o esqueleto’ reduz riscos de AVC, de doenças coronarianas e de adquirir doenças crônicas como a obesidade, a diabetes, entre outras. Todos esses argumentos já seriam suficientes para incluir a atividade física como um hábito regular na rotina. No entanto, a importância da atividade física vai além e está conectada com o conceito de saúde preconizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), que diz: é o estado de completo bem-estar físico, mental e social.O Supervisor Técnico de Atividade Física do GNDI Sul, Diego Mariano, esclarece cada um dos pontos relacionados à definição da OMS. “Do ponto de vista físico, ter uma prática de exercícios físicos te ajuda a ter uma relação positiva com o próprio corpo. Se refletirmos que nascemos e morremos com o mesmo corpo, tratá-lo como um recipiente é um erro. Desenvolver uma relação de amor e respeito com esse veículo que nos levará nessa jornada incrível chamada vida só nos trará benefícios”, reflete. Corpo sano, mente sana Sobre o aspecto mental, conforme orienta Diego Mariano, movimentar-se é uma forma de controlar o estresse e a ansiedade – um mal que assola grande parte da população neste século. “Corpo e mente estão conectadas e os estímulos que nós geramos através de uma prática de movimento reflete na liberação de hormônios que potencializam nosso bem-estar e nossa qualidade de vida”, aponta o Supervisor Técnico de Atividade Física do GNDI Sul. Já em relação à questão social, basta olhar ao redor e observar uma consequência da pandemia que afetou a saúde mental de pessoas no mundo todo: a Covid-19 nos privou da convivência com amigos e familiares. “O isolamento trouxe um impacto na nossa estrutura social. Passamos a valorizar os encontros, como nunca. Afinal, o homem é um ser social. A prática de atividade física regular contribui para você ser parte de um grupo de pessoas que estão buscando o autocuidado. Um objetivo comum estimula a união e a criação de novos vínculos de amizade. Tudo isso fortalece, ao mesmo tempo, a saúde física e mental”, afirma Mariano. ConviteUm dos pilares do GNDI Sul é a promoção da saúde, por meio do inventivo à mudança de hábitos. O Centro de Qualidade de Vida (CQV) do GNDI Sul, uma unidade especializada na medicina preventiva, lançou um programa chamado “Em Movimento”. A iniciativa tem como propósito criar uma tribo de beneficiários ativos e organizados, que colocam a atividade física como algo prioritário na sua rotina. “Nosso foco é sim em reduzir a população de sedentários e por isso disponibilizamos esse treinamento teórico e prático de sete semanas no qual abordamos temas como autogestão, exercício físico, alimentação e higiene do sono”, destaca Diego Mariano. Como funciona?As aulas com prescrição de exercícios vão acontecer via plataforma digital (Clique Aqui!). Depois de fazer a inscrição, o beneficiário irá receber um link para cadastrar o horário de contato em que os responsáveis irão fazer as orientações e introduzir os treinamentos. Também haverá a inscrição do participante em grupo de whatsapp para acompanhamento e motivação.O monitoramento constante do progresso do participante, com a ajuda das ferramentas online, é um dos principais aspectos estratégicos para alcançar o sucesso do “Em Movimento”. Diego explica: “Se não cultivar o hábito não vai ter resultado. É preciso trazer a consciência de que a atividade física deve ser algo constante. Não há poupança quando falamos em exercícios. É algo que temos que praticar ao longo da vida e ninguém pode fazer isso por nós. É um compromisso que cada um deve assumir consigo mesmo”, finaliza o Supervisor Técnico.

Setembro amarelo: é tempo de falar sobre a depressão

Setembro amarelo: é tempo de falar sobre a depressão

02/09/2021

O mês de Setembro se veste de amarelo para conscientizar a população brasileira sobre a prevenção ao suicídio – consequência mais grave da depressão. No entanto, essa é uma oportunidade também para falar sobre essa doença, conhecida como “mal do século”. Nunca se falou tanto sobre psicopatias na mídia, nas redes sociais ou nas rodas de conversa, que migraram para a internet em tempos de isolamento social. É que a Covid-19 mudou comportamentos e também desencadeou uma pandemia oculta: a da saúde mental. Uma pesquisa realizada pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UEFJ) apontou um aumento de 90% nos casos de depressão. Já o número de pessoas com crises de ansiedade e sintomas de estresse agudo praticamente dobrou entre março e abril de 2020. Outro estudo, desenvolvido pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), revelou que, entre maio, junho e julho do ano passado, 80% da população brasileira tornou-se mais ansiosa. O Coronavírus apenas aumentou o cenário de inseguras e incertezas da população mundial e acelerou a preocupação com a depressão, que já era um tema urgente para a psiquiatria. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), em 2030, essa será a doença mais comum em todo o mundo. A notícia boa é que nem todos que passaram por momentos de montanhas russa emocional irão entrar para as estatísticas de pacientes que sofrem com transtornos mentais. A depressão pode surgir em decorrência da pandemia em indivíduos que já tem uma predisposição a esse transtorno e podem desenvolvê-lo em um momento de crise como essa que estamos vivendo, mas não é uma regra geral, de acordo com a psicóloga Andrieli Viana Milarck (CRP 08-19675), da Unidade de Psicologia do GNDI Sul. Ela explica que não existe um gatilho único que desencadeia a depressão. “Depende de pessoa para pessoa. Em algumas pode vir sem causa aparente ou pode surgir de uma separação ou de um luto, por exemplo. É importante esclarecer que caracterizamos como doença mental tudo o que nos tira do equilíbrio. Portanto, ter saúde mental é estar em e equilíbrio com você mesmo”, informa a psicóloga. Quando buscar ajuda A ansiedade e depressão podem “caminhar” juntas. Sabe- se que uma dose de ansiedade é importante para nos preparar no enfrentamento de problemas futuros, assim como a tristeza é um sentimento normal. Porém, na depressão, a tristeza é mais profunda e duradoura. Em alguns casos é causada por uma alteração química no cérebro, que leva à queda de neurotransmissores. Já a ansiedade pode se tornar patológica quando os sintomas impossibilitam a pessoa de viver com qualidade em diversas áreas da sua vida. As pessoas devem procurar ajuda médica quando sentem – ou os familiares percebem – que apresentam alteração nas atividades diárias que realizavam antes sem dificuldades, como dormir, comer e frequentar lugares. “A alteração no humor e as dores físicas sem diagnóstico, entre outros sintomas, também caracterizam a depressão”, diz Andrieli. Nesses casos, profissionais da psicologia e da psiquiatra são os mais indicados para o tratamento, que vai envolver terapia psicológica e prescrição de medicamentos. Essas duas formas de tratamento podem ser isoladas ou conjugadas, tudo vai depender do estado do paciente. “Ele terá alta quando conseguir alcançar uma vida em equilíbrio. O autoconhecimento é essencial para termos saúde mental e é algo que adquirimos fazendo terapia. Com essa prática aprendemos a conhecer nossos comportamentos. Na terapia passamos a enxergar como reagimos perante a vida e se a maneira como reagimos é o ideal para termos boa saúde mental”, finaliza Andrieli. GNDI Sul oferece atendimento psicológico Na filial Sul do GNDI há um setor exclusivo para atendimento de beneficiários que sentirem a necessidade de orientação especializada para cuidar da saúde mental. Em período de distanciamento social para combater a pandemia, o acesso pode ser feito de casa. O Atendimento Virtual Psicológico é oferecido pela Clínica Rama. Com uma equipe de 28 psicólogos, a clínica atende o público infantil e adulto, contando também com especialidade de Neuropsicologia, Psicóloga de Libras, Psicopedagogia e profissionais capacitados e especialistas no método ABA (Autismo). O atendimento virtual segue os caminhos da consulta presencial e resultados similares. Para acessar o serviço, o beneficiário precisa de uma guia ou indicação médica. Com a indicação em mãos, ele entra em contato com a Central Clinipam GNDI e agenda uma consulta de Avaliação na Clínica Rama. Grupos Online O GNDI Sul preza pela saúde mental dos beneficiários. Para isso, incluiu as práticas da meditação na linha de cuidados dos pacientes. “Já existem estudos que apontam a indicação do mindfulness, estado de atenção plena, que é eficiente não apenas para tratamentos de estresse, depressão e ansiedade, que são transtornos mentais, mas também para doenças crônicas como diabetes, hipertensão e dor crônica”, explica Taciana Bonete, gerente do CQV. O grupo “Pílulas de Saúde” é uma das ações do Centro de Qualidade de Vida (CQV), com o objetivo de estimular o pensamento equilibrado e um olhar positivo sobre a vida - mesmo diante das adversidades. O programa foi testado e aprovado pelos participantes, que já sentiram na pele as mudanças provocadas pela meditação. “É um trabalho que, sem dúvida nenhuma, só faz bem às pessoas que participam, pois transmite paz, segurança e nos ensina a perceber melhor nossos sentimentos e atitudes”, diz Indiamara Benedet da Silveira Pedro. Outra participante, Camila de Fátima Souza Baumel, avalia a experiência como algo maravilhoso. “Poder fazer essa pausa, com a ajuda de pessoas engajadas a fazer o bem para os outros e reavaliar a forma como vemos o mundo é muito bom”, finaliza.

Variante Delta - A pandemia continua. Os cuidados também.

Variante Delta - A pandemia continua. Os cuidados também.

30/08/2021

A variante Delta está sendo responsável pelo aumento do número de casos do Coronavírus, inclusive em países onde a pandemia parecia controlada, devido à sua grande capacidade de transmissão.Cada indivíduo infectado com a variante Delta pode transmitir o vírus para outras quatro a sete pessoas. Ou seja, a variante Delta é 50% a 100% mais transmissível do que as demais cepas do SARS-CoV-2.Mais transmissível, porém menos letal, a variante Delta já é encarada por especialistas como a causadora de uma possível nova onda de Coronavírus até o fim do ano, com a chegada do verão e das festas de final de ano.As vacinas são eficientes para prevenir as formas graves da doença. No entanto, não impedem que o indivíduo com vacinação completa adquira uma forma leve do Coronavírus e passe a ser um transmissor. Sabendo que, no Brasil, hoje apenas (aproximadamente) 27% da população está totalmente imunizada com duas doses ou dose única (dados de 25 de agosto de 2021*), 73% da população está suscetível à forma grave da doença.Por isso, veja o que você deve continuar fazendo:• Mantenha o distanciamento social.• Evite aglomerações.• Use sempre a máscara.• Higienize as mãos com frequência.• Tenha sempre álcool em gel por perto.Fique atento!Se precisar de pronto-atendimento, use a Telemedicina. Evite contato com pessoas doentes e aglomerações.Redobre os cuidados e faça a sua parte.

8 vantagens de contratar um plano de saúde para seu colaborador

8 vantagens de contratar um plano de saúde para seu colaborador

16/08/2021

Pesquisas indicam que colaboradores valorizam empregadores que se preocupam com eles Contratar um plano de saúde para os colaboradores deve ser encarado como um investimento e não como mais uma despesa na tabela dos custos fixos das empresas. Os retornos a médio e longo prazos realmente são recompensadores. Num levantamento do Glassdoor, um site de avaliação de empresas, os funcionários afirmaram que plano de saúde é o benefício mais importante que recebem. Já conforme estudo do Ibope, ter um plano de saúde está na lista dos três desejos dos brasileiros, atrás apenas da educação e da casa própria. Para Juliane Wladeka, diretora comercial do GNDI Sul, a pandemia do novo Coronavírus acentuou a necessidade de contratar convênios médicos como uma forma de colocar a saúde dos colaboradores em primeiro lugar. “Vemos uma preocupação dos clientes em buscar comodidade e a telemedicina é uma delas. Temos tele consultas em diversas especialidades e um app exclusivo para atendimento online. E na hora de contratar um plano de saúde, as empresas devem buscar um fornecedor que atenda às necessidades dos beneficiários”, aponta. Principalmente nesse momento de nossa história, em que distanciamento é sinônimo de segurança, o GNDI Sul possui linhas de cuidado que promovem a saúde dos colaboradores sem que eles precisem sair de casa. “Com o trabalho remoto, notamos que as dores na coluna aumentaram, em razão de problemas posturais. Nós oferecemos um programa chamado de “Escola da Coluna” que faz o monitoramento desses pacientes. Nos grupos terapêuticos online são realizadas atividades físicas adequadas ao estado de saúde individual e com a supervisão integral de fisioterapeutas e educadores físicos para evitar crises agudas. Tudo isso no conforto do lar do seu colaborador”, conta Juliane. No programa “Pílulas de Atenção Plena” o beneficiário participa de encontros online com práticas para lidar melhor com os desafios do cotidiano. Neles, são incentivados a olharem com positividade para a vida, mesmo num cenário adverso. É comprovado que o mindfulness diminui os níveis de cortisol, que é justamente o hormônio do estresse, um dos responsáveis pelo aumento da pressão arterial, por exemplo, que traz consequências graves para a saúde. Já o SOS Balança é um grupo destinado aos beneficiários (adultos) com quadro de obesidade. O objetivo, além de perder peso, é estimular a adoção de hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada e prática de atividades físicas. A proposta inclui uma competição lúdica para incentivar os participantes. Confira quais são as vantagens na contratação de planos corporativos: 1 - Além de manter a equipe motivada, a contratação de um plano de saúde é uma forma de diminuir o absenteísmo e o afastamento. 2 - Oferecer a chance para o colaborador de contar com assistência médica: o plano de saúde corporativo tem um melhor custo-benefício quando comparado a outros tipos de plano, como o individual e familiar. Dividir os custos entre o empregador e o colaborador facilita o pagamento de um serviço de assistência à saúde, que poderá ser utilizado pelos filhos e cônjuges. 3 - Dedução do valor no IRRF: é possível incluir o valor pago ao plano de saúde na sua declaração de imposto de renda se o contrato estiver vinculado ao CPF do colaborador. 4 - Valorização da empresa no mercado de trabalho: contratar um plano de saúde não é uma exigência da legislação trabalhista. No entanto, a empresa vai ser destaque no mercado e mais valorizada diante dos concorrentes, o que contribui diretamente na retenção de talentos. 5 - Atendimento garantido e diferenciado: ter assistência à saúde na hora que o funcionário precisar. Contar com o amparo e um serviço diferenciado de assistência médica é uma garantia para a empresa e para o colaborador. O atendimento rápido e eficiente, quando surgir um problema de saúde, vai diminuir o agravamento do quadro e permitir que o colaborador não passe muito tempo afastado. 6 - Oferecer comodidade e a melhor infraestrutura para seus colaboradores: os colaboradores da empresa vão ficar felizes com o conforto, praticidade, comodidade, além da qualidade na assistência prestada pelo GNDI Sul. 7 - Medicina preventiva é uma aliada das organizações: sim, é possível reduzir os custos com a saúde dos colaboradores na folha de pagamento sem prejudicá-los! A solução é buscar por uma operadora que preze pela medicina preventiva. Dessa maneira, os ganhos para seus funcionários serão muitos e a longo prazo. 8 - Outra vantagem dos planos corporativos do GNDI Sul é que a operadora oferece opções personalizadas, de acordo com o perfil do quadro de funcionários, chamadas de ações in company. Todos esses programas promovem um salto nos indicadores de bem-estar entre os colaboradores de sua empresa e pode influenciar diretamente nos custos com a saúde.

Inscrições abertas para o Programa Em Movimento

Inscrições abertas para o Programa Em Movimento

12/08/2021

O Em Movimento é um grupo que busca promover um estilo de vida ativo, por meio da educação em saúde. Nele, o beneficiário tem acesso a treinamentos com ferramentas práticas para organizar a rotina, incluindo e melhorando hábitos de atividade física, alimentação saudável, higiene do sono e mindfulness.Saber organizar é quase tão importante quanto fazer. Quantas vezes você já tentou incluir hábitos saudáveis e não conseguiu sustentar uma prática a longo prazo? No Em Movimento, você vai aprender a se organizar e definitivamente construir um estilo de vida mais saudável.PilaresAutogestãoExercícios Físicos: quantidade e frequênciaAlimentaçãoHigiene do Sono (Mindfulness)Revisão e Reapresentação de ferramentas7 Encontros Orientativos | 1 Encontro por Semana | 40 Minutos por EncontroInscreva-se. Clique aqui! (Aberto para Beneficiários do Paraná e Santa Catarina).Educador Físico Responsável: Diego Mariano - CREF 01497/PR

Reajuste Negativo para planos de saúde individuais

Reajuste Negativo para planos de saúde individuais

09/08/2021

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) autorizou reajuste negativo (desconto) de 8,19% (oito vírgula dezenove por cento) para planos de saúde individuais e familiares regulamentados, no período de maio de 2021 a abril de 2022, a partir do mês de aniversário do contrato. O reajuste negativo (desconto) não se aplica para contratos de Pequenas e Médias Empresas (PME), planos vinculados a associações de classes (Adesão) e planos de continuidade para demitidos e aposentados (DAP).Entenda como é aplicado o reajuste negativo (desconto) para planos individuais/familiares regulamentados:Portanto, se o aniversário do contrato individual/familiar regulamentado foi entre maio e agosto de 2021, você receberá o desconto retroativo nas próximas mensalidades, a partir de setembro.Confira exemplos de como poderá ser aplicado o reajuste contendo os valores retroativos:Exemplo 1:Reajuste de plano de saúde individual/familiar regulamentado com aniversário em maio de 2021 e sem previsão de reajuste por faixa etária no ano. Em setembro, o beneficiário receberá a nova mensalidade reajustada, incluindo os descontos retroativos referentes aos meses de maio e junho e, em outubro, receberá os descontos retroativos referentes a julho e agosto. A partir de novembro, as parcelas seguem com o reajuste 2021 e as parcelas devidas da recomposição do reajuste 2020. Valor da mensalidade simulado: R$ 100,00 | Reajuste anual autorizado pela ANS: -8,19%Exemplo 2:Reajuste de plano de saúde individual/familiar regulamentado com aniversário em julho de 2021 e sem previsão de reajuste por faixa etária no ano. Em setembro, o beneficiário receberá a nova mensalidade reajustada, incluindo os descontos retroativos referentes aos meses de julho e agosto. A partir de outubro, as parcelas seguem com o reajuste 2021 e as parcelas devidas da recomposição do reajuste 2020. Valor da mensalidade simulado: R$ 100,00 | Reajuste anual autorizado pela ANS: -8,19%Os exemplos acima são meramente ilustrativos, com o objetivo de facilitar a compreensão quanto à forma de desconto da mensalidade retroativa dos contratos que tiveram reajuste.Os valores, percentuais de reajuste e número de meses para o cálculo de cobrança retroativa observam as previsões contratuais, as datas de aniversário do seu contrato (data base) e as datas de mudança de faixa etária. As parcelas referentes a recomposição de reajuste 2020 não sofrem alteração.

7 dicas para expulsar o mau colesterol do seu organismo

7 dicas para expulsar o mau colesterol do seu organismo

09/08/2021

O colesterol é um aminoácido presente no plasma do sangue que circula na corrente sanguínea. É essencial para o bom funcionamento do organismo: está ligado a lipoproteínas como o LDL, HDL e VLDL, e é essencial para a formação das membranas celulares, síntese de hormônios (testosterona, estrogênio, cortisol), produção da bile, digestão de alimentos gordurosos e metabolização de algumas vitaminas, como a A, D, E e K. Além disso, 70% da quantidade de colesterol necessária é produzida pelo nosso próprio organismo. Então, por que o colesterol alto é um sinônimo de perigo à saúde? A primeira coisa que devemos esclarecer é que há dois tipos de colesterol circulando em nosso corpo, de acordo com o médico de família do Centro de Qualidade de Vida (CQV) do GNDI Sul, Rafael Mendonça Rey dos Santos. Um deles é o HDL, mais conhecido como “colesterol bom”; o outro é o LDL, o “colesterol ruim”. “Os dois tipos são gordura. Só que, quando há excesso do LDL, a saúde pode ser comprometida. É ele o responsável por algumas doenças graves como AVC, infarto e patologias cardíacas, pois forma placas de gordura na parede das artérias e isso dificulta a circulação sanguínea”, explica Rafael Santos. Estilo de vida saudável combate colesterol ruim Mas se o corpo produz 70% do colesterol, de onde vêm os outros 30%? O médico do CQV responde mais essa questão: “são dos açúcares e gorduras que ingerimos na alimentação diária. E aí não existe gordura boa ou ruim: tudo o que é em excesso pode fazer mal a nossa saúde”, afirma Rafael dos Santos. Os exames laboratoriais medem a quantidade de gordura no sangue e indicam como está seu colesterol. Há índices de referência estabelecidos pela Sociedade Brasileira de Cardiologia. O colesterol total deve estar na faixa de 200 mg/dl, o colesterol bom (HDL) deve estar alto (maior do que 60 mg/dl) e o colesterol ruim (LDL) deve estar baixo (entre 100 e 129mg/dl). Para manter tudo em equilíbrio, há dois pontos essenciais: informação e alimentação. Então, vamos apresentar algumas dicas para quem quer manter sua saúde em dia e controlar os níveis de gordura no sangue: 1. Evitar alimentos como margarina, manteiga, creme de leite, queijos cremosos e amarelos (prato, parmesão, muçarela), nata de leite, gordura hidrogenada, banha animal, óleo e leite de coco. Bacon, toucinho, linguiças, salame, presunto gordo, mortadela, carnes vermelhas e outras carnes gordas como pele de frango e miúdos também estão nesta lista. 2. Prefira alimentos in natura e minimamente processados (açúcar refinado e gorduras trans) como cereais integrais, frutas, legumes e verduras. 3. Alimentos como aveia, linhaça, chia e oleaginosas devem fazer parte da sua dieta. As fibras presentes na aveia, além de promover a sensação de saciedade, controlam a taxa de açúcar no sangue e reduzem a absorção de gordura. As oleaginosas (castanhas e nozes) contêm arginina, que auxilia na vasodilatação, por isso, são alimentos indicados para prevenir doenças coronarianas. As sementes de linhaça e chia são fontes de ômega 3, um tipo de gordura que reduz os níveis de colesterol total e ruim e aumenta o HDL. 4. Peixes de águas profundas como sardinha, truta e bacalhau são ricos em ácidos graxos e auxiliam no aumento do colesterol bom (HDL) e diminuem os índices do ruim (LDL). 5. Atividades aeróbicas: esses exercícios, se praticados regularmente, “queimam” a gordura acumulada no organismo e baixam o nível do colesterol. 6. Pare de fumar. O tabagismo potencializa os riscos de doenças do coração. 7. O abacate é mais um ‘alimento do bem’ que deve fazer parte do nosso cardápio com frequência: contém vitamina E, C e A, potássio, ferro e betacaroteno. A fruta também é rica em ácido oleico, um tipo de gordura monoinsaturada que age na diminuição da absorção do colesterol no intestino e sua síntese pelo fígado. Desse modo, ajuda a diminuir os índices do mau colesterol no organismo. Por conta de todas suas propriedades, o abacate chegou ao topo da pirâmide alimentar: saboroso, nutritivo e plural, cabe como uma luva em receitas doces e salgadas. Por isso, é consagrado até na alta gastronomia. Hoje compartilhamos uma receita que vai fazer sucesso na cozinha da sua casa. A dica é da nutricionista do CQV, Danusa Yanes. Tabule de quinoa com abacate Ingredientes: • 2 xícaras de quinoa cozida e fria • 4 tomates sem sementes, cortados em cubinhos • 1 xícara de chá abacate cortado em cubinhos • ½ xícara de chá de salsa picada • ¼ de xícara de hortelã picada • 2 colheres de sopa de azeite de oliva • 4 gotas de pimenta tipo Tabasco • 2 colheres de suco de limão • sal a gosto • pimenta biquinho para decorar Modo de preparo: misture todos os ingredientes e deixe na geladeira por duas horas. Adicione o azeite, o limão, o sal e a pimenta. Decore com pimenta biquinho e sirva em seguida.

Mudanças no Atendimento Ortopédico de urgência e emergência

Mudanças no Atendimento Ortopédico de urgência e emergência

05/08/2021

A partir do dia 04 de agosto (quarta-feira), o Pronto Atendimento do Hospital Ônix Mateus Leme voltará a atender urgências e emergências ortopédicas adulto 24h. O Centro Clínico Pinheirinho também realizará atendimento ortopédico adulto para urgências e emergências 24h. Já o Centro Clínico Mercês atenderá a urgências e emergências pediátricas, diariamente, das 8hàs 24h. Utilize também o aplicativo GNDI easy Dr. Clinipam para pronto atendimento ou a Telemedicina, deixando o uso do serviço médico presencial somente para os casos de urgência/emergência. O GNDI easy Dr. Clinipam é um aplicativo exclusivo para dúvidas e orientações médicas em tempo real, disponível 24 horas, todos os dias da semana. Com a Telemedicina, é possível ter acesso a consultas e prescrições médicas de onde o paciente estiver, podendo agendar uma consulta médica on-line nas mais diversas especialidades, na data e horário disponíveis. Atente aos locais para atendimento: Urgência e Emergência ortopédica adulto 24h: Hospital Ônix Mateus LemeRua Mateus Leme, 2600 – São FranciscoUrgência e Emergência ortopédica adulto 24h: Centro Clínico Pinheirinho Av. Winston Churchill, 1654 – Pinheirinho Urgência e Emergência ortopédica pediátrica –diariamente, das 8h às 24h: Centro Clínico Mercês Av. Manoel Ribas, 552 - Mercês

Política de Coparticipação - Telemedicina

Política de Coparticipação - Telemedicina

30/07/2021

O Grupo NotreDame Intermédica (GNDI) Sul tem investido para tornar saúde de qualidade cada vez mais acessível. As consultas médicas na modalidade Telemedicina estão fazendo a diferença na vida dos nossos pacientes.É importante lembrar que, a partir de 01/08/2021, estes atendimentos passarão a ser cobrados conforme previsto no seu contrato. Você poderá consultar o valor de coparticipação para os atendimentos realizados por Telemedicina, com valores diferenciados para o seu contrato, por meio do simulador no aplicativo GNDI easy Sul.Com a Telemedicina GNDI Sul, você tem mais segurança em seus atendimentos, sem a necessidade de deslocamento, e ainda agenda a sua consulta médica online nas mais diversas especialidades, na data e horário disponíveis.Vantagens da Telemedicina GNDI• Prescrições médicas com certificação digital válida em todo o território nacional;• Mais segurança sem necessidade de deslocamento durante a pandemia;• Mais de 70 médicos treinados para prestar atendimento por videoconferência;• 90% das necessidades dos beneficiários resolvidas dentro da plataforma;• Médicos especialistas disponíveis para atendimento 16 horas por dia, de segunda a sábado.Para mais informações, consulte o aplicativo GNDI easy Sul ou entre em contato com a Central de Atendimento da sua região

Home office: Como inserir a ginástica laboral na sua rotina

Home office: Como inserir a ginástica laboral na sua rotina

29/07/2021

O home office se tornou uma realidade na rotina de muitos brasileiros. Era uma tendência e, com a chegada da pandemia, o trabalho remoto foi acelerado e se tornou sinônimo de segurança para evitar contágios pelo Coronavírus. Tudo indica que essa mudança veio para ficar. No post de hoje, trazemos algumas dicas para que o home office não seja uma “armadilha” para os colaboradores, que, mesmo em casa, devem manter o corpo em movimento para evitar dores e lesões musculares. Por isso, a ginástica laboral em empresas é uma aliada. Na opinião de Leandro Alves de Aguiar Pedrico, professor de educação física do Centro de Qualidade de Vida (CQV) do GNDI Sul, o trabalho remoto pode tornar as pessoas ainda mais sedentárias do que antes. “Nos ambientes da empresa, as pessoas andam, se levantam para buscar algo em outros setores ou realizam outras atividades. Já em casa, muitos adaptam como podem seu ambiente para trabalhar, como por exemplo, utilizando o sofá para sentar e almofadas como apoios para o notebook. Até a mesa de jantar se torna local de trabalho e o móvel não é adequado para esta função. Essas “adaptações caseiras” podem gerar algumas contraturas que, no futuro, podem ser um problema”, alerta. Cuidar da postura é uma das recomendações do professor de educação física para preservar a saúde. “Precisamos corrigir esses vícios posturais, melhorando nossa rotina de trabalho. O recomendado é incluir em seus hábitos, ao menos um momento de alongamento no dia, de preferência com a orientação de um profissional de educação física”, diz Leandro Pedrico. Neste contexto, a ginástica laboral traz muitos benefícios porque estimula uma pausa para o autocuidado, tão necessário para manter a saúde do corpo e da mente. Confira alguns deles, apontados pelo professor de educação física do CQV: - Redução de dores osteomusculares e articulares; - Fortalecimento da musculatura; - Melhora no condicionamento físico; - Diminuição do sedentarismo; - Aumento do bem-estar. Melhora o desempenho Vale ressaltar que, para o empregador, a ginástica laboral também oferece vantagens porque melhora o desempenho das esquipes. Leandro Pedrico afirma que a pandemia aumentou a preocupação dos setores de recursos humanos com a qualidade de vida e o bem-estar dos colaboradores. A Covid-19 desencadeou uma pandemia oculta, relacionada à saúde mental, que passou a ser encarada como uma urgência para grande parte das corporações. “As empresas enfrentam mais um desafio, como afastamentos, queda de produtividade e colaboradores doentes. Ainda mais nesse momento tão difícil e complicado que estamos, é necessário ter um olhar especial para cada funcionário que, com muita determinação e engajamento, entrega o seu melhor para instituição”, afirma. Confira como a ginástica laboral pode interferir a favor do aumento da produtividade nas empresas: - Gera maior satisfação do empregado;  - Aumenta o rendimento e a atenção nas atividades;  - Contribui para saúde mental; - Reduz problemas ocupacionais - Queda de absenteísmo Tecnologia permite a realização de ginástica laboral à distância A tecnologia se tornou uma grande aliada em tempos de pandemia e pode ser utilizada como uma ferramenta para que as empresas não interrompam programas de qualidade de vida, como a ginástica laboral. As aulas podem ser ministradas no formato online ao vivo ou gravadas. Por meio da tela, os colaboradores são estimulados a fazer movimentos e alongamentos com a instrução de um professor. “Esses momentos semanais gerem mais interação e descontração, deixando o trabalho mais leve e produtivo, agregando valor e sentimento de satisfação no final de um dia de trabalho”, argumenta Leandro Pedrico. Os efeitos da ginástica laboral, segundo ele, serão sentidos a curto e longo prazo por colaboradores e gestores porque desperta a consciência sobre o autocuidado. “Esse fator pode contribuir para a queda dos agravos à saúde física e psicológica dos colaboradores. As empresas precisam ter em mente que a sua ferramenta mais importante de trabalho é o colaborador saudável. Reflita sobre essa ideia e a coloque em prática”, finaliza o professor de educação física do CQV.

Rotina Skincare: confira 8 dicas para cuidar da pele

Rotina Skincare: confira 8 dicas para cuidar da pele

28/07/2021

A pesquisa pelo “skincare” decolou nos mecanismos de busca no Brasil no último ano. O termo, traduzido para o português, significa “cuidados com a pele”. Um dos efeitos colaterais da pandemia da Covid-19, que deve ser encarado como uma mudança de hábito bem positiva, foi o estímulo ao autocuidado. Cultivar o amor próprio está em alta e esse é um dos legados do Coronavírus. O isolamento social estimulou as rotinas de cuidado dentro de casa e a atenção à pele faz parte desse ritual. Os momentos reservados para si mesmo são vistos com bons olhos pelos médicos porque são prazerosos, relaxantes e interferem no nosso bem-estar físico e mental. Podemos dizer então que o hábito cotidiano de cuidar da pele vai além da beleza do rosto e promove benefícios para a saúde que não podemos ver no espelho. Sabe aquela sensação de “paz de espírito”? É sobre isso que estamos falando. E, no post de hoje, trazemos algumas dicas que podem ser incorporadas por você para praticar o Skincare. 1. Consulta com o dermatologista: esse é o primeiro passo antes de sair comprando tudo na farmácia que diz respeito ao skincare. Um especialista saberá dizer qual o seu tipo de pele e quais são os cuidados que ela requer. 2. Avalie seu perfil: cabe na sua rotina um produto que precisa de 20 minutos de aplicação para fazer efeito? Os produtos que usou anteriormente deixaram sua pele ressecada ou oleosa? Provocaram alergias? Pessoas com pele oleosa e com acne, por exemplo, devem evitar hidratantes comuns no rosto, dando preferência para produtos oil free nas áreas de maior oleosidade. Converse com o dermatologista e priorize cosméticos que cabem na sua rotina, no seu orçamento e que serão assertivos. 3. Os produtos orgânicos e naturais, que não contém parabenos e ftalatos não prejudicam a nossa pele e ainda não agridem o meio ambiente! 4. Pela manhã, a higienização do rosto é fundamental. Além do sabonete adequado para sua pele, os tônicos e águas termais são produtos que podem ser incluídos no seu skincare matinal. Os lábios também pedem atenção especial e uma dica são os produtos à base de manteiga de karité, cacau ou vaselina, que prevenirem rachaduras, principalmente no frio. 5. O protetor solar é protagonista no cuidado com a pele e não deve ser dispensando jamais. “Os raios UVA são constantes durante todas as estações, horas e condições climáticas. Por esse motivo, o filtro solar deve ser usado regularmente, inclusive no inverno”, orienta a médica dermatologista do GNDI Sul, Vanessa Soares. 6. Á noite, toda a poluição, poeira e outros resquícios da maquiagem devem ser removidos da nossa pele. Repita a limpeza com o sabonete, use o tônico e um creme hidratante indicado pelo seu dermatologista. Sabe aqueles produtos “anti age”, que ajudam a corrigir as marcas de expressão e as temidas ruguinhas? Esse é o melhor horário para serem usados. 7. Vale investir na esfoliação e máscaras, como as de argila, uma vez por semana. Separe um horário na sua agenda para fazer um ritual mais longo. Os resultados serão sentidos por dentro e por fora! 8. A ingestão de água e hábitos alimentares também influenciam a saúde da pele. A dermatologista observa que o indicado é comer sempre legumes, hortaliças e frutas, que são fonte de vitaminas e minerais com capacidade de neutralizar os radicais livres, ou seja, prevenir o envelhecimento da pele. “Boas opções são as frutas ricas em vitamina C, como o morango, a laranja, a mexerica, o limão, a cereja; vegetais, como o brócolis, o repolho e a cenoura”, comenta Vanessa. Outro alimento que pode ser adicionado à dieta saudável é a soja. “Ela é rica em isoflavonas, substâncias que evitam o ressecamento e melhoram a elasticidade da pele. Adicione também castanhas, nozes e amêndoas, que são ricas em vitamina E, selênio e antioxidantes, importantes aliados para manter a pele saudável e bonita”, complementa. E se você ainda não incorporou o hábito de cuidar da pele na sua rotina, pode começar agora mesmo!

Selo ANS Número ANS